Como todos sabem, o projeto augurio estará depois de amanhã se apresentando e debatendo acerca do cenário de RPG de Lobisomem: o Apocalipse. Aqui transcrevo o release do evento, juntamente com a programação, escritos por Rodrigo Ragabash, do RPG Pará, e a arte do cartaz do evento, produzida por John Bogea:
Tema: Projeto Augúrio;
Data: 14/04/2012;
Local: Espaço Cultural da Saraiva Megastore Boulevard Shopping, Av. Visconde de Souza Franco, 776 – Loja 233 – Reduto – Belém – PA.
PROGRAMAÇÃO
10 as 14 horas – Mini Oficinas de Criação de Personagem de Lobisomem: O Apocalipse e Praça RPG.
Faremos mini oficinas de criação de personagens de Lobisomem: O Apocalipse, principalmente para aquelas pessoas que não conhecem o cenário do jogo. Aqueles que participarem da oficina, seus personagens criados receberão prioridade na sessão de aventuras logo mais a tarde.
Além disso, o espaço também estará disponível para os RPGistas jogarem, conversarem e se socializarem. Estamos deixando esse horário aberto a qualquer atividade que envolva RPG.
Estaremos ofertando seis mesas para a realização de narração de aventuras. Estarão disponíveis para quem quiser chegar no encontro e mestrar, mas se você quiser fazer a reserva de uma delas, envie uma e-mail para contato@rpgpara.com informando o seu nome, o jogo que pretende mestrar, dizer se estará aberto ou não para jogadores e uma pequena sinopse da aventura.
Mesas confirmadas:
14 as 17 horas – Encenação Teatral de Lobisomem: O Apocalipse e Sessão de Debate e Perguntas e Respostas sobre o Projeto Augúrio.
Os convidados para a sessão de debate são: Felipe Palheta, Gustavo Claude e Gustavo Gurgel.
Também haverá o desafio de bugigangas.
Como funciona isso?
Levem objetos que geralmente as pessoas acham que é bugiganga, mas que para vocês foi/é extremamente importante em algum ponto da vida de vocês, como uma ficha de telefone ou aqueles monstrinhos da pepsi (quem nunca teve um?), por exemplo.
Como vai funcionar?
Vamos inscrever 8 interessados que se enfrentarão em caráter eliminatório. O vencedor ganha um brinde. Aos interessados, levem 3 bugigangas e criem uma história para ela. A história mais bugiganga e mais interessante levará o prêmio.
17 as 21 horas – Sessão de aventuras do Projeto Augúrio
Esta sessão será uma oportunidade de jogar e conhecer o cenário de Lobisomem: O Apocalipse. Portanto, nós iremos ofertar seis aventuras para o pessoal jogar. Elas são:
Mestre Felipe com uma aventura em um caern que será atacado pela Wyrm, receberão o chamado da Aurora da Esperança mas não conseguirão ajudar, pois já estarão em sua própria batalha e morrerão na luta;
Mestre Gustavo Cloud com uma aventura em um caern que será atacado pela Wyrm e a matilha foge para buscar ajuda na Aurora da Esperança mas descobre que uma batalha vai começar lá;
Mestre Flávio com uma aventura em que um caern não será atacado e receberá o chamado para ajudar na batalha da Aurora da Esperança;
Mestre Álvaro com uma aventura em que um caern não será atacado pela Wyrm e receberá o chamado da Aurora da Esperança, mas enquanto isso recebem outro chamado pois seu Caern está sendo atacado;
Mestre Gustavo Gurgel com uma aventura em que um grupo de Filhotes se verá no meio da invasão da Wyrm e terão que sobreviver a isso;
Mestre Osmar com uma aventura em que os jogadores irão interpretar um grupo de Espirais Negras. Para poder participar dessa mesa, a pessoa deverá ter 18 anos ou mais.
MAIS INFORMAÇÕES: http://www.rpgpara.com/

Como todos sabem, o projeto augurio estará depois de amanhã se apresentando e debatendo acerca do cenário de RPG de Lobisomem: o Apocalipse. Aqui transcrevo o release do evento, juntamente com a programação, escritos por Rodrigo Ragabash, do RPG Pará, e a arte do cartaz do evento, produzida por John Bogea:

  • Tema: Projeto Augúrio;
  • Data: 14/04/2012;
  • Local: Espaço Cultural da Saraiva Megastore Boulevard Shopping, Av. Visconde de Souza Franco, 776 – Loja 233 – Reduto – Belém – PA.

PROGRAMAÇÃO

10 as 14 horas – Mini Oficinas de Criação de Personagem de Lobisomem: O Apocalipse e Praça RPG.

Faremos mini oficinas de criação de personagens de Lobisomem: O Apocalipse, principalmente para aquelas pessoas que não conhecem o cenário do jogo. Aqueles que participarem da oficina, seus personagens criados receberão prioridade na sessão de aventuras logo mais a tarde.

Além disso, o espaço também estará disponível para os RPGistas jogarem, conversarem e se socializarem. Estamos deixando esse horário aberto a qualquer atividade que envolva RPG.

Estaremos ofertando seis mesas para a realização de narração de aventuras. Estarão disponíveis para quem quiser chegar no encontro e mestrar, mas se você quiser fazer a reserva de uma delas, envie uma e-mail para contato@rpgpara.com informando o seu nome, o jogo que pretende mestrar, dizer se estará aberto ou não para jogadores e uma pequena sinopse da aventura.

Mesas confirmadas:

14 as 17 horas – Encenação Teatral de Lobisomem: O Apocalipse e Sessão de Debate e Perguntas e Respostas sobre o Projeto Augúrio.

Os convidados para a sessão de debate são: Felipe Palheta, Gustavo Claude e Gustavo Gurgel.

Também haverá o desafio de bugigangas.

Como funciona isso?

Levem objetos que geralmente as pessoas acham que é bugiganga, mas que para vocês foi/é extremamente importante em algum ponto da vida de vocês, como uma ficha de telefone ou aqueles monstrinhos da pepsi (quem nunca teve um?), por exemplo.

Como vai funcionar?

Vamos inscrever 8 interessados que se enfrentarão em caráter eliminatório. O vencedor ganha um brinde. Aos interessados, levem 3 bugigangas e criem uma história para ela. A história mais bugiganga e mais interessante levará o prêmio.

17 as 21 horas – Sessão de aventuras do Projeto Augúrio

Esta sessão será uma oportunidade de jogar e conhecer o cenário de Lobisomem: O Apocalipse. Portanto, nós iremos ofertar seis aventuras para o pessoal jogar. Elas são:

  • Mestre Felipe com uma aventura em um caern que será atacado pela Wyrm, receberão o chamado da Aurora da Esperança mas não conseguirão ajudar, pois já estarão em sua própria batalha e morrerão na luta;
  • Mestre Gustavo Cloud com uma aventura em um caern que será atacado pela Wyrm e a matilha foge para buscar ajuda na Aurora da Esperança mas descobre que uma batalha vai começar lá;
  • Mestre Flávio com uma aventura em que um caern não será atacado e receberá o chamado para ajudar na batalha da Aurora da Esperança;
  • Mestre Álvaro com uma aventura em que um caern não será atacado pela Wyrm e receberá o chamado da Aurora da Esperança, mas enquanto isso recebem outro chamado pois seu Caern está sendo atacado;
  • Mestre Gustavo Gurgel com uma aventura em que um grupo de Filhotes se verá no meio da invasão da Wyrm e terão que sobreviver a isso;
  • Mestre Osmar com uma aventura em que os jogadores irão interpretar um grupo de Espirais Negras. Para poder participar dessa mesa, a pessoa deverá ter 18 anos ou mais.

MAIS INFORMAÇÕES: http://www.rpgpara.com/

A Profecia da Fênix

Fênix levou-me.

Carregou-me em suas garras.

Muito acima do mundo.

Para que eu enxergasse além do amanhã.

E eu olhei.

Contemplei o futuro.

Vi a dizimação de nossa espécie. Caçados sem trégua, a morte levada ao extremo, até o último de nós. Não havia mais filhos, nem netos, nem pais nem mães. este foi o primeiro que os Filhos da Weaver, os Humanos, dariam a nós, os Garou.

Eu olhei.

Vi os filhos da Weaver dando à luz. Uma grande leva de Humanos a crescer. Vi mais e mais deles, até Gaia gemer por ter de carregá-los todos. Suas casas a se alastrar, seus ancinhos a deflorar, suas mãos a dilacerar a terra ressequida, tentando Dela se alimentar. este foi o segundo Sinal dos últimos dias, o sinal que Fênix me mostrou, o que os Humanos fariam.

Olhei novamente.

Contemplei o terceiro sinal.

Tantos. Tantos filhos. Tantos Humanos. E atiraram-se uns contra os outros, um a um, e a Wyrm pariu a corrupção e deu a cada um sua medida. E o estranho Fogo que vi, fora de controle, o grande Penacho de fumo que se elevava sobre os ermos e espalhava a morte onde quer que fulgurasse naquela terra escura e fria. E ouvia a agonia do Mar que Se lamentava, pois algum tolo embriagado nele derramará um lago de morte negra.

Contemplei, então, o quarto Sinal.

A Wyrm tornou-se poderosa, suas asas insuflaram os ventos da podridão. Espalhou doenças, e elas foram terríveis: o Rebanho foi atingido por doenças da mente e do sangue. As crianças nasciam deformadas. Os animais caíam doentes e ninguém conseguia curá-los. Nestes últimos dias, nem mesmo os Guerreiros de Gaia escapavam às garras debilitantes da ave da morte que trazia a doença.

Com lágrimas nos olhos, olhei mais uma vez, e a Fênix mostrou-me o quinto Sinal.

Vi outros Penachos erguendo-se como lanças mortíferas em direção ao belo céu, perfurando-o, deixando o Pai Sol queimar e abrasar Gaia. O ar se aqueceu, fazia calor mesmo na escuridão do inverno. As plantas murcharam ao sol. Um grito de dor e enfermidade ergueu-se das florestas agonizantes; em uníssono, os parentes verteram lágrimas de pesar.

Então, como se um véu se rasgasse, o Sexto Sinal mostrou-se para mim.

Nestes últimos dias, Gaia estremece de fúria. O fogo aflora das profundezas. Cinzas amortalham o céu. A Wyrm esconde-se nas sombras assim criadas… e prepara-se para atacar. Os antigos se foram; os Protetores das Trilhas e Encruzilhadas não existem mais. Nestes últimos dias, o sexto sinal dar-se-á a conhecer nas matilhas que se formarem. Cada matilha receberá uma Demanda, uma Jornada Sagrada que deverá empreender. Essa é a vontade de Gaia.

E vi o céu tornar-se negro, e a lua tinha a cor do sangue.

E vislumbrei o sétimo Sinal, apesar de não enxergá-lo completamente. Mas pude sentir seu calor.

O Apocalipse. Os últimos dias do mundo. A Lua foi engolida pelo Sol e queimou em seu ventre. Chamas profanas caíram no chão, queimando-nos todos, deformando-nos e fazendo-nos vomitar sangue. A Wyrm manifestou-se nas torres, nos rios, no ar e na terra; e em toda parte, seus filhos corriam, furiosos, devorando, destruindo, invocando pragas de todos os tipos. E o rebanho corria, em pânico. E os Sombrios, os filhos da Wrm, rastejaram para fora de suas cavernas e caminharam pelas ruas, à luz do dia.

Desviei os olhos. Fênix disse-me: “Isto é o que há de ser. e não o que deveria ser.”

Fênix deimou-me então.

Agora, não consigo sonhar. Posso apenas recordar os Sinais, cada um deles em perfeito detalhe. Estes são os últimos dias. Que gaia tenha piedade de nós.

trecho retirado do livro “Lobisomem: o Apocalipse